Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2008

Um sete como outros setes...

Verde e amarelo – Um futuro pela frente

O que seria - segundo os parâmetros de uma sociedade marcada por convenções - mais aceitável neste momento em que passadas as comemorações da Semana da Pátria era escrever algo inflamado de patriotismo. Nada mais cabível que dissertar sobre o orgulho de ser brasileiro, ou então, exaltar as belezas naturais de nossa terra. Mas todo esse repertório seria muito repetitivo, uma vez que considerável número de notáveis já o fez, por exemplo, o maranhense Gonçalves Dias (não que eu queira igualar-me com os grandes) e Bilac com sua rigidez literária também o realizou. E tantos outros seguiram a mesma trilha. Não que estejam errados – como não estavam - mas é necessário mudarmos de personagens e até mesmo, se nossa ousadia for tal, permutarmos os cenários.
Lembram-se da épica narrativa da Independência (como não esquecer)? Dom Pedro, em seu esbelto eqüino branco, junto com companheiros sedentos por liberdade, grita, brada com a nobre espada apontando ao c…