Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

Natal

Imagem
Qual é a lógica do sistema?
Um conto natalino

Saia fumaça pela chaminé enferrujada que jazia naquele telhado comum entre aquelas casas. A chaminé sim era algo incomum sendo da vizinhança a única. Havia caído em desuso, ainda mais quando a tecnologia tomava conta e se alastrava como uma peste incontrolável, que desta vez ao invés de quererem freá-la todos queriam e procuravam dissemina-la. Não entremos nas particularidades e conseqüências trazidas pela tecnologia. Isso talvez não nos compita neste momento, afinal, a família Silva e Silva tradicionalmente preparava sua ceia natalina no entardecer do dia 24 de dezembro. Ou parte dela.

Compreenda de princípio que nem todos os sistemas são perfeitos.

A família Silva e Silva era uma família que caracterizam hoje como família comum, embora não goste deste termo, usemo-lo para que a história desenrole-se normalmente. O pai, homem esforçado, preparava o tempero para a carne que esperava inerte dentro da gamela sem retirar a atenção da torta de maç…

Diálogos Compartilhados

Estimados leitores do 'Diálogo Vivo', o artigo que segue foi-nos compartilhado pelo colega José Macedo, de Portugal, para especial publicação neste blog! Vale a pena ler!!

Natal, um tempo de esperança

Aproxima-se a época de Natal, cuja cultura é de uma beleza e de uma ternura que não tem paralelo no calendario social do ano. É certo que a vida pessoal e social é feita de muitas facetas, de tantas que nem lhe sabemos a conta e todas elas importantes. mas nehuma é tão intima e tão bela como a ternura da época do Natal. Para além da beleza dessa ternura e dessa intimidade, que tornam o Natal humanamente irresistivel ao coração humano. Há ainda um outro aspecto muito importante que faz parte dessa cultura de Natal, a esperança, que nos faz sair para alem dos horizontes de nós mesmos. O Natal é também um tempo de esperança que nos torna mais otimistas.

Não sei esta esperança existencial é apenas fruto da inculturação religiosa ou se um traço comum e estruturante de todas as cultura…

Literatura

Imagem
Nós percebemos quem são aqueles que cruzam Nossos Caminhos?
Em tempos passados, uma desafortunada mulher da à luz filhos gêmeos. Cada um, a partir daquele momento, foi obrigado a trilhar caminhos diferentes, rumo a futuros totalmente distintos.
Porém um dia, entre atos e fatos, sangue e álcool, vida e morte, eles terão um encontro. E esse encontro mudará a vida dos dois. Um dia eles foram separados. Seria agora o encontro para a fraterna união?

Uma mulher heróica, sem piedade e infeliz.
Um homem exemplar, com a família dos sonhos.

Duas histórias, duas vidas. Diversas diferenças. Incontáveis semelhanças.
Principalmente aquelas pessoas especiais que sempre estão em nossos caminhos.
Não perca essa história intrigante onde você poderá reconhecer na sua vida o que sempre passou oculto perante seus olhos.